7 Dicas para as Compras de Final de Ano e um Pensamento

As festas de final de ano estão chegando e com ele alguns gastos com presentes podem acontecer. Seja para seu filho, pai, mãe, sobrinho, primo, afilhado e talvez todos eles juntos. Nesta época é difícil não termos um gasto presenteando alguém.

Abaixo algumas dicas importantes para não entrarmos em dívidas ou complicarmos nossa situação financeira para os próximos meses:

– Procure verificar qual sua disponibilidade financeira, ou seja, quanto você tem para gastar? E como irá dividir sua disponibilidade entre as pessoas que serão presenteadas?

dinheiro-no-bolso

– Se o presente ideal não estiver ao seu alcance financeiro, busque alternativas criativas e mais baratas;

– Se possível compre o presente alguns dias ou semanas antes do Natal, amigo secreto etc, pois os preços costumam “inflacionar” nesta época, mas se for possível compre os presentes somente depois dessa época, pois as lojas costumam entrar em liquidação no começo do ano e os preços podem ficar 50, 60 ou até 70% mais baratos;

liquidaçao

– Prefira pagar à vista o presente e tente conseguir um desconto para a compra;

– Se o parcelamento for inevitável, tenha certeza que a parcela irá caber em seu orçamento e não se esqueça das despesas de começo de ano que estão chegando. IPVA, IPTU, matricula escolar são alguns exemplos;

– Dependendo do presente que for comprar, lojas online costumam ter preços mais baratos que lojas físicas e mesmo entre as lojas físicas os preços variam bastante dependendo da localização da loja e do tamanho. Vale a pena pesquisar bem, seu bolso agradece;

– As famosas lembrancinhas também são uma ótima forma de gastar pouco e presentear boa parte das pessoas que são queridas a você. Seja criativo nessa hora.

Não se esqueçam que o Natal e as festas de final de ano não são feitos somente de consumo, presentear é somente uma parte desses rituais que tem um grande significado.

Nesta época as pessoas estão mais solicitas a ajudar o próximo, parece que as festas e férias chegando deixam o “coração mais leve”, ou o famoso espírito natalino. Se você puder ajudar alguém neste época, ajude! Com seu tempo, com doações, com sua companhia, com sua escuta.

O resultado desta ajuda será duradouro para quem a recebeu e fará grande diferença na vida dela.

filantropia

Pensem nisso!

Abraços!

Lucas Madaleno