Início de tudo

Boa tarde leitores,

Hoje começo a postar assuntos sobre finanças pessoais e assuntos relacionados e elas.

Mas, por que finanças pessoais?

Desde 2006 quando comecei a estagiar e ganhar um salário que nem chegava ao mínimo da época, tive interesse em controlar minhas finanças. Fazia isso em um papel, anotando o que gastava e onde gastava, com um controle bem simples para não ultrapassar meu salário, o que não era tão difícil pois moro com meus pais, portanto não tenho gastos com moradia.

Mas não comecei logo de cara a fazer esse controle:

Em um determinado mês, eu reparei que tinha gasto mais do que ganhei, mas como tinha uma sobra de outros meses não fiquei no vermelho, porém se continuasse nesse ritmo logo precisaria pedir R$ aos meus pais (e eu havia colocado na cabeça desde o meu primeiro salário, que não pediria mais dinheiro a eles, eu me viraria com o que tivesse e tiraria essa despesa das costas deles) e eu não queria isso, então veio a pergunta: O que fazer? Como não gastar mais do que ganho?
E veio a solução: Fazer um controle quinzenal do meu salário.

Como assim?

Eu dividiria meu salário em duas partes e definiria um valor para gastar e um para sobrar toda quinzena, mas vou dar um exemplo prático para demonstrar:

Vamos supor que eu ganhasse R$400,00

1ª Quinzena tenho R$150,00 para gastos e R$50,00 para guardar
2ª Quinzena tenho os mesmos R$150,00 para gastos e R$50,00 para guardar.

Assim, se eu ultrapassasse o valor para gastos na 1ª quinzena teria a 2ª para compensar e sair do mês no azul e com alguma reserva.


Nos próximos posts irei abordar assuntos sobre finanças pessoais, orçamentos, como organizar suas finanças etc e falar um pouco sobre a minha nova profissão (eu nem disse que sou contador ?) que é a profissão de Planejador Financeiro Pessoal.


Abraço a todos